gozetto_setas_brancas.png

BLOG

Lobby: instrumento democrático de representação de interesses?

Wagner Pralon Mancuso Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades

Ana Cristina Oliveira Gozetto Universidade Nove de Julho


DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139088 Palavras-chave: Lobby. Representação de interesses. Democracia. Processo decisório. Regulamentação do lobby.


Resumo Esse artigo analisa o potencial do lobby como instrumento democrático de representação de interesses. Por um lado, o artigo relaciona contribuições positivas que o lobby pode trazer para o processo democrático. Por outro lado, aponta problemas que o lobby pode ocasionar, à luz do valor democrático da igualdade política. O texto também discute a questão da regulamentação do lobby, focalizando os objetivos dessa medida, os fatores que dificultam sua adoção no Brasil e o conjunto de iniciativas que, juntamente com a regulamentação da atividade, podem contribuir para tornar o lobby um efetivo instrumento democrático de representação de interesses.

PDF: http://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/139088/134437

Artigo originalmente publicado em: http://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/139088


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O desafio de mensurar resultados em RIG

Em artigo anterior[1], afirmei que as empresas privadas brasileiras operam em ambientes extremamente competitivos, tanto em nível local quanto em nível global, tendo como pano de fundo um cenário regu